Crianças Expostas à Violência Doméstica domesticviolence

Crianças expostas à violência contra suas mães.

Quando falamos em abuso pensamos só na violência direta contra uma pessoa ou criança, contudo,        crianças que vêm suas mães sofrerem abuso, pela lei Canadense, estão também sendo abusadas. As crianças expostas ao abuso de suas mães, vêem, escutam e estão conscientes da violência que suas mães   estão sofrendo. Elas podem ver, ouvir ou saber sobre incidentes desde abuso verbal, emocional, psicológico, espiritual, sexual, financeiro e físico. Este ambiente pode deixá-las tensas, ansiosas e com medo. De acordo com as autoridades Canadenses, crianças que vêm suas mães sendo abusadas pelos seus parceiros podem aprender o seguinte:

Que violência é permitida,

Que a violência é um meio para se resolver conflitos,

Que a violência é um meio efetivo de ganhar poder e contrôle sobre outras pessoas,

Que a violência é uma parte normal de um relacionamento.

No Canadá é estimado que 800.000 crianças estão expostas ao abuso que sofrem suas mães todos os anos e também 12% deste número de crianças sofrem abuso físico do agressor de suas mães. Os efeitos dessa exposição a longo prazo são desde baixa auto-estima, doenças frequentes, raiva e agressão, comportamento sexual inadequado, estresse pós-traumático, depressão, alcolismo até disrespeito pela figura feminina.

Para quem trabalha prestando assistência para mulheres abusadas sabe que é muito difícil ajudar uma mulher que não consegue se livrar de seu agressor, principalmente porque essa relação de dependência é muito forte e envolve outros fatores que impedem a mulher de sair deste relacionamento. Porém, a lei Canadense entende em muitos casos que se a mãe não se livra desse relacionamento abusivo, ela não tem capacidade de proteger seus filhos, pois mesmo sabendo que as crianças são afetadas, ela continua vivendo com o agressor. Isso é razão suficiente para que a Children’s Aid Society retire dessa mãe a guarda de seus filhos e as crianças são colocadas sob a guarda do estado. Portanto, se você está sofrendo abuso ou sabe de alguém que esteja numa situação como essa, aconselhem para que procurem ajuda, assim evitará um sofrimento maior.

Se precisarem de ajuda em português:

Centro Abrigo: 416-534-3434 – Conselheira Valéria Sales

LEAVE A REPLY

três × 5 =